Bem-vindo ao mundo dos lábios perfeitos!

Atualizado: Ago 9

Ter uma boca sensual, com efeito natural e uma cor mais "viva" é o que tem feito milhares de pessoas procurarem esse tipo de procedimento estético nos últimos anos. A técnica surgiu na década de 1980, na Europa, tendo o mesmo princípio da tatuagem, assim como a micropigmentação de sobrancelhas.

A tonalidade do pigmento deve ter harmonia com a cor da pele e não tem caráter definitivo, pois é feita de forma mais superficial que a tatuagem em si. Normalmente o retoque deve ser feito à cada 2 ou 3 anos, dependendo dos cuidados tomados pós-procedimento.

"Hoje em dia não se costuma mais usar o contorno na micropigmentação labial. A tendência agora é a técnica dos lábios com 'borda infinita', onde a tonalidade é uniforme em toda a boca, dando maior naturalidade", explica a fisioterapeuta dermatofuncional Taís Correia.



Por que fazer micropigmentação labial?

O principal objetivo da micropigmentação labial é deixar a boca mais bonita e com aspecto saudável, sem aquela aparência de pele ressecada e “esbranquiçada”. Com o passar do tempo, e se não tomamos os cuidados necessários, como o uso de protetor labial para hidratar e proteger, é normal que os lábios fiquem ressecados e sem uma cor atrativa. Além disso, a praticidade de não precisar passar batom para se sentir maquiada é algo realmente surpreendente.


Como é feita essa micropigmentação?

O aparelho utilizado é o mesmo que na de sobrancelhas: o dermógrafo. Uma espécie de caneta elétrica, que pode ter de 1 a 18 agulhas na ponta, que depositam através de movimentos rotativos, o pigmento da cor desejada no contorno e no preenchimento dos lábios.

É natural que fiquem inchados, já que existe grande circulação sanguina e terminações nervosas no local. Cerca de 2 a 3 dias após a boca começa a cicatrizar e quando houver a cicatrização total, a cor “desbota” um pouco, dando o aspecto mais próximo do natural, mas com uma aparência muito mais saudável e bonita. O procedimento não é completamente indolor, mas o uso de anestésico local o torna totalmente suportável.


Quais os cuidados que devem ser tomados após a micropigmentação?

Assim como qualquer outro procedimento, estético ou não, existe um tempo de cicatrização e cuidados para que não haja problemas e o resultado esperado seja alcançado. No caso da micropigmentação labial, o tempo estimado para que os lábios cicatrizem adequadamente é de 3 a 7 dias.

Deve-se evitar comer alimentos gordurosos ou ácidos, pois podem causar inflamações. Além disso, retirar as casquinhas que se formam também não é recomendado. Apenas fazer uso de protetor labial hidratante e com filtro solar.




"Além da micropigmentação labial que tem o 'efeito batom', procura-se muito hoje em nossa clínica, por também serem duas tendências no mundo da estética, o rejuvenescimento labial, que tem como objetivo dar 'vida novamente' àqueles lábios que perdem a coloração natural por algum motivo. A boca volta a ficar com aspecto naturalmente saudável.

E a neutralização, indicada para aquelas pessoas que têm a boca "arroxeada", uma característica que vemos, principalmente, em pessoas negras. O procedimento deixa os lábios mais claros, sem perder a naturalidade e a harmonia com o tom de pele", complementa Taís.


Na Taís Correia Estética todos os procedimentos são feitos com profissionais altamente capacitadas, seguindo as últimas tendências da estética mundial, garantindo resultados seguros e satisfatórios.








11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo